Lixo Reciclável: Cooperativa institui parceria com a CMBV

A Cooperativa Unirenda assinou o Termo de Compromisso com a Câmara Municipal de Boa Vista (CMBV), garantindo a destinação de todos os materiais descartados pelo Poder Legislativo Municipal a Associações de Catadores. A parceria foi firmada, na manhã de ontem (22), na Casa Legislativa.

“Nós temos a finalidade de se produzir leis. E hoje, a questão de preservar o meio ambiente, por meio de atividades da Unirenda, é fundamental para a população e nossas gerações. Somos legisladores e temos de dar exemplos. Esperamos que outras empresas sigam nosso exemplo”, declara  o  presidente da Câmara Municipal de Boa Vista, Braz Behnck (PPS).

De acordo com ele, a Câmara tem o propósito de elaborar projetos que gratifiquem as empresas com isenções fiscais para aquelas que trabalham visando melhorias para o meio ambiente.

Parceria vem respaldar atividade da Cooperativa

Rogério Ferreira, presidente da Cooperativa Unirenda, disse que a parceria é fundamental para os trabalhos desenvolvidos pelos catadores. “A assinatura deste termo vem respaldar a nossa atividade e beneficiar a sociedade e o meio ambiente. Todo o material que recolhemos enviamos para Manaus, onde há equipamentos específicos para a reciclagem de papel,plásticos,garrafas pet,entre outros”, detalha.

“Temos parcerias com instituições municipais estaduais e federais em Roraima. Estamos há dez anos realizando este trabalho de coleta.Tivemos que reduzir o número de cooperados, mas não paramos de realizar nossas atividades. Nossa renda anual é de R$ 40 mil”, destaca.

A Unirenda também recolhe matérias nas residências, sem custo algum para o proprietário dos materiais descartáveis. “Nós vamos a qualquer lugar, desde que se tenha material. Nós estamos localizados na BR-174, no aterro sanitário, onde fica a nossa sede. Quem quiser pode ligar para o número 9138-2879, que vamos recolher”, lembra Rogério.

Hoje a Cooperativa tem 20 membros que tiram o sustento de suas famílias com a coleta de material reciclável. Rogério declarou que a iniciativa da Câmara é de grande importância para as famílias, pois serve de exemplo para outras Casas Legislativas.

Segundo a diretora-geral da Câmara Municipal, Odalene Dantas, a Casa Legislativa está seguindo uma instituição normativa federal. “Todos os órgãos vão ter de se adaptar a essa instrução. E a Câmara Municipal está saindo na frente. Por isso, já estamos fazendo todas as adaptações necessárias como a coleta seletiva e destinando à Cooperativa, além de conscientizarmos nossos funcionários sobre os nossos anseios”, revela a diretora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *